segunda-feira, 31 de julho de 2017

Vamos de estampa de Bolinhas!

Olá queridas!!

Muito tem se falado sobre o consumo consciente, afinal o mercado textil é um dos que mais poluem o nosso planeta. 

Uma das formas de se colaborar é sempre que possível investir em peças atemporais, ou seja, peças com mais durabilidade e que te proporcione o maior número de combinações possíveis.

A estampa de bolinhas é uma peça super clássica e que atende a todos os estilos por ser uma peça atemporal e que permite uma série de combinações.

Vejamos algumas inspirações que separei para o post de hoje:


Aqui blogueira Nati Vozza misturou um look todo em Marinho, com cinto de animal print e sandália e bolsa em tons marrom. Uma proposta super jovem e elegante. Ideal pra quem tem medo de misturar estampas, mas quer começar a experimentar. 
Poá combina com listras, aqui a proposta foi P&B com um ponto de cor.

Saia de poá com t-shirt cinza, uma linda combinação.

Blogueira Iza Nader optou por um look bem clássico combinado poá com short de
alfaiataria, salto e bolsinha de lado. Super chic.

Aqui a proposta da blogueira Mari é de um look mais despojado.

Thássia Naves, combinou com maxi-colar e calça flare.

Mais uma proposta despojada e jovial: calça verde militar + camisa jeans.

 Poá com poá.

Poá com cor 

Casual chic

Poá com pantalona e tons navy.

Inspiradas?
Espero que tenham gostado!
beijo,
Fe Cardoso

sexta-feira, 21 de julho de 2017

5 anos do Blog Mil Ideias de Imagem e Estilo por Fe Cardoso!!



Meninas!!!

5 anos de blog, nossa nem acredito que ja faz tudo isso!!

Estou muito feliz, pois tenho moldado este meu espaço aos poucos, compartilhando dicas e assuntos que possam inspira-las no quesito moda, imagem, comportamento e decoração afinal todas nós mulheres gostamos muito destes assuntos não é mesmo?!

Nos primeiros anos do blog, consegui realizar eventos com algumas leitoras e amigas, foram ótimos tenho saudades, precisamos fazer novos!! De 2015 a 2016 morei no Canadá com minha família, e este ano estou em um processo de reciclagem, estudos, pesquisas para trazer novidades por aqui em breve.

Através do blog surgiram oportunidades que só posso dizer que foram de reconhecimento do meu trabalho. Palestras em evento de mulheres, coluna de moda da revista BrazilUSA dos EUA, organização de desfile com a marca Mamô, entrevista na rádio Prisma, cursos na area de consultoria de imagem na Universidade Belas Artes, Coloração pessoal e personal organizer. Todas experiências enriquecedoras que me trouxeram muito conhecimento.

Este segundo semestre estou me organizando para fazer um novo curso na área para aprimorar ainda mais meus conhecimentos e trazer muita coisa boa aqui pro blog.

Finalizo muito grata a todos que acompanham meu trabalho até aqui e sejam bem vindos quem chegou agora, que eu possa continuar este trabalho de forma mais presente.

um super beijo!!!

Fe Cardoso

video

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Encontre o seu verdadeiro ESTILO!!


Olá meninas!!

Estilo requer treino, sim pois são poucas pessoas que nasceram com uma facilidade nata em combinar peças. E esse treino pode começar com o nosso olhar para pessoas, lugares e objetos que nos inspiram. Montar um painel com coisas que se gosta ajuda e muito na busca pelo nosso estilo pessoal.

Hoje eu separei para o nosso moodboard (painel) os looks inspiradores da fashionista Olivia Palermo. Ela vai do clássico ao super fashion de forma impecável, combina como ninguém estampas, cores e tecidos. Prova que não precisamos de um belo salto para estarmos bem vestidas. Tem uma pegada minimalista que eu a-do-ro (o menos é mais sempre) e diga-se de passagem é muito mais fácil de seguir também.

Ter pessoas como a Olivia Palermo como referência, pode ajudar e muito a moldar o nosso estilo. Mas claro, precisa provar peça por peça pra ver se as mesmas combinam com você. Vale experimentar mais de uma marca porque o caimento de uma peça em uma loja pode ser totalmente diferente em outra. Tecidos, saber quais tecidos se ajustam melhor ao seu tipo de corpo. Se não sabe nada sobre tecidos, passe a olhar as etiquetas, prove e se cair bem, ja sabe no que investir, do contrário pare de perder tempo provando e até comprando tecidos que não te valorizam.

Apreciem o bom gosto de Olivia Palermo e veja quais looks você gostaria de experimentar, quais te representam, quais passam a verdadeira mensagem que você gostaria de passar. Caso não se identifique com os estilo dela, busque alguém pra te inspirar. Olivia Palermo é só um exemplo para ilustrar o que quero falar sobre a busca pelo estilo pessoal.

Hoje em dia estamos na era do "vista o que quiser, tudo é permitido" mas veja bem, tenhamos bom senso, para que insistir em usar peças que não valorizam nosso corpo? para que sair correndo para comprar cada nova peça da moda se a mesma nem sempre valoriza? 

Qual imagem você quer passar? Quando for comprar se pergunte "amei ou estou em dúvida sobre a peça?" se resta dúvida certamente não vale a compra. Compre de forma consciente, invista em peças de qualidade e não em quantidade.

A partir de hoje monte o seu painel físico a partir de revistas ou crie uma pastinha no seu computador com roupas, lugares, objetos, decoração tudo que você gosta, aprenda a se conhecer, experimente outras marcas, pesquise, você vai ver como as referências vão te ajudar a se vestir de maneira que reflita seu verdadeiro eu (sim algo de dentro pra fora). Pense sobre isso! Ah! não deixe de passar aqui no blog ou nas minhas redes sociais, pois sempre compartilho com muito carinho ideias para inspira-las ;)







Espero que tenham gostado!!;)

beijooo!!

Fe Cardoso

quinta-feira, 29 de junho de 2017

Cores para o inverno 2017!!!

Meninas!!!

O inverno do Brasil é tão tranquilo, depois que passei pelas temperaturas negativas como -17,-22 e -30 graus em Montreal/Canadá quando ouço as previsões aqui em São Paulo não me assusto mais. Claro que passamos bem mais frio aqui do que no Canadá. Sim, lá apesar das temperaturas baixarem muito, todos os ambientes são aquecidos, inclusive ônibus e metro. A cidade é preparada e senão o fosse, ninguém sobreviveria. Quem ama inverno e se produzir nesta estação e mora no Brasil tem muitas vantagens. Pois podemos usufruir da moda sem se preocupar realmente em passar frio pois nossas temperaturas, salvas exceções não são severas.  

O fato é que com a chegada do inverno boa parte das pessoas tiram as roupas escuras do armário. A maioria compra casacos pretos e montam looks fechados. Depois que fiz o curso de Coloração Pessoal passei a me atentar mais ao meu comportamento e das outras pessoas em relação as cores que usamos. Vocês sabiam que a cor da roupa fala muito sobre o nosso estado de espírito? Entender sobre o que elas transmitem nos ajuda muito na escolha das peças e assim transmitir a nossa melhor versão. Pensando nisso trouxe as cores publicadas pela Pantone Color Institute para o inverno de 2017 e alguns looks para inspirá-las neste inverno.



Muita calma nessa hora: de acordo com a Pantone Color Institute, é a palavra de ordem nos tons que vão pintar o guarda-roupa de Inverno 2017. Além da ideia de estabilidade e tranquilidade, a busca por mais confiança também irá definir as principais nuances da estação fria. Dentro destes temas, a família de azuis (que sou suspeita em falar, pois amo azul) são as que mais aparecem: exatamente por transmitirem conforto e levar alívio ao dia a dia cada vez mais agitado, transmitindo a ideia de “ressurgimento”; o que de acordo com Leatrice Eiseman, diretora executiva do Pantone Color, corresponde à grande demanda atual. 


Em atenção à esta demanda em haver no espírito do nosso tempo, a temporada irá apresentar dois tons de azuis: o primeiro deles é o Riverside, mais popular e de fácil coordenação e o Airy Blue de sensação de conforto e aspecto macio, uma cor que corresponde à necessidade de aconchego atual.



Riverside 


Airy Blue

Além dos azuis, a cartela de tons neutros e serenos da estação destaca o Sharkskin, o cinza tubarão (também adoro), mencionado pela Pantone como um tom coringa tanto para cores quentes quanto frias. E das cores funcionais, temos o Warm Taupe, variação do nude. E o apelo comercial e feminino do rosa surge na versão Bodacious, bem representado pela indústria de cosméticos. 


Sharkskin


Warm Taupe



Bodacious

Para celebrar, cores marcantes, como o Aurora Red, tom que domina e a cor Spicy Mustard, que traz a importância de uma sombra de amarelo como um toque térmico para as composições da estação fria. E ainda de tom com variações quentes, temos o Potter’s Clay, a fusão entre o castanho e o laranja que substituiu as nuances de marrom.




Aurora Red


Spicy Mustard


Potter's Clay

Em complemento destaque para o tom Dusty Cedar, a variação de rosa-púrpuro envelhecido caracterizada pelo gênero neutro, que é apresentada como uma proposta simbólica de tranquilidade. Encerrando com a indicação do verde intitulado Lush Meadow, que se traduz por um chamamento da natureza.


Dusty Cedar 


Lush Meadow

E ai meninas? Prontas pra colorir os looks de inverno?

Espero que tenham gostado.

beijo,

Fe Cardoso

terça-feira, 13 de junho de 2017

Dicas de uso das Calças Pantacourt/Cropped!!




Conhecida como calça pantacourt ou calça cropped, essa peça, nada mais é do que uma releitura das calças pantalonas dos anos 80. É polémica pelo seu comprimento midi e por ter padronagem ampla o que nem sempre da um caimento perfeito em todos os tipos de corpos. Já as croppeds são encontradas em formato mais sequinho e por isso tem mais aceitação.

Queridinha das fashionistas desde o verão passado, continua ainda hoje mesmo com as temperaturas em baixa mudando apenas as composições.

Para não errar, algumas dicas de uso e alguns looks para inspirá-las: 

- Saltos de ponta fina são ótimos pra alongar e quebrar o efeito achatador
 deste modelo de calça;
- Sandálias ou sapatos na cor nude são super indicados;
- Sandálias que deixem os pés bem á mostra; 
- Mostrar mais pele encima (ombro e/ou braços) também ajuda alongar;
- Pras baixinhas looks monocromáticos são os mais indicados;
- Composição pra pantacourt: body, camisas, blusas de tecidos nobres para os looks mais sofisticados e camisetas e top cropped para um look mais esportivo;
- Coletes e blazers são ótimos como terceira peça para dar aquele charme a mais e ainda servem para disfarçar quadril ou barriguinha.


Aqui a composição de saltos de pontas finas, body e o blazer oversized quebraram 
o efeito achatador da calça e deixou o look incrível;


              

Sandália que mostrem bem os pés e ombros á mostra também são ótimos para harmonizar com a calça pantacourt.



Se você faz mais o estilo comfy / esportivo, pode usar tenis dos modelos mais levinhos possíveis para não pesar e achatar o look, e/ou sapatilhas e rasteirinhas.

Baixinhas!! Monte look monocromático e arrase.




Quem veste plus size também pode fazer uso das pantacourts, 
observando as mesmas dicas para alongar a silhueta.


E para o inverno, combine com botas, casacos, jaquetas, tricôs e pashiminas.







Se você ainda não aderiu, ao menos prove, você pode ganhar uma peça atualizada
pra montar looks incríveis pro trabalho ou eventos informais. 

Espero que tenham gostado. ;)

beijos,

Fe Cardoso

terça-feira, 16 de maio de 2017

Libere os Cachos !!!


Olá queridas!!

Os cabelos falam muito sobre nós e acompanhando as tendências de comportamento, imagem  e estilo, resolvi escrever um pouco sobre os cachos que estão super em alta no momento. Claro que vai alem dos cachos o que quero dizer aqui e vocês devem perceber ao longo do post.

Segundo Visagismo, os cachos trazem movimento, dinamismo, sensualidade e é ideal para quem quer conquistar e chamar atenção. 

Você que sempre fez uso de chapinhas e produtos químicos para se juntar a maioria e se enquadrar ao "belo" dito pela sociedade ou até mesmo pra se sentir mais "aceita". Esta na hora de deixar vir a tona o volume, movimento e naturalidade do seus cabelos.

É incrível o que esta onda de libertação e empoderamento feminino traz, melhor aceitação e valorização sobre as diferenças. Adeus chapinha, Adeus químicas de alisamento, deixa chover, bora ser como se veio ao mundo e curtir de verdade a sua essência, o seu eu.Claro que se você quiser assim, nada contra a quem prefira alisar.

Nós mulheres desempenhamos tantos papéis ao longo do dia (mulher, mãe, profissional, esposa, namorada, amiga, professora, piscóloga, cozinheira, etc), que muitas vezes esquecemos de cuidar do nosso eu, de buscar a nossa essência o que nos faz feliz e deixar de lado toda a pressão da ditadura da beleza, e muitas vezes trata-se de começar com uma pequena mudança, a do cabelo. 

Os cachos e o processo de libertá-los e redescobrir-se é incrivél, parece até que eu também passei por esse processo da forma que falo não é mesmo?, não exatamente o de cachos, porque meu cabelo é liso até demais, mas o de me desapegar do comprimento e de mudar um pouco a cor deles. Ficamos presa a um formato que muitas vezes não nos representa. Renovar é uma sensação plena, a gente muda e essa mudança é boa, não tenha medo de se encontrar. 

E é notável como várias mulheres antes adeptas a chapinhas e processos de alisamento que liberaram os cachos ou que resolveram deixar ao natural, crespos ou ondulados transmitem hoje uma sensação de felicidade e de auto-estima que antes não era tão aparentes, não tem outra discrição a não ser dizer que elas se libertaram e descobriram seu verdadeiro eu e o melhor estão amando tudo isso. 

Vejam o que duas queridas disseram sobre o processo de mudança capilar delas: 




Nayara Santos, 24 anos, Designer de Interiores


"Numa certa fase da minha adolescência, eu não gostava do meu cabelo natural, e nem sabia cuidar dele. Então, decidi alisar, e fiquei lisa por 8 anos! Até que eu comecei a ver nas ruas, no meu curso, no metro, etc, outras mulheres e youtubers com o cabelo cacheado... Senti saudades dos meus cachos, e ver essas pessoas me inspirou a assumir meu cabelo como Deus o fez! 
Em novembro de 2015, fiz meu último retoque da escova definitiva, e decidi que nunca mais passaria! Fui deixando crescer, mas sempre escovando e pranchando. Só em outubro de 2016, abandonei o uso constante da chapinha, e fui hidratando para melhorar a saúde do meu cabelo. Foi difícil no começo, pois ele estava com 2 texturas (raiz cacheada e pontas lisas), tinha que usar "bigudinhos" na parte alisada para igualar a raiz. E eu ainda não tinha coragem de fazer o corte de toda a química, pois tinha medo de ficar feia com o cabelo curto! Tomei a decisão de fazer um corte, mas não ia tirar toda a química no começo, então pensei: "Se ele vai ficar curto, porque não mais curto? Pois vai facilitar pra cuidar e, cabelo cresce né rsrs". Com motivação do meu marido e algumas amigas, em março de 2017, decidi que já era hora de me desapegar do comprimento, se eu quisesse ele 100% natural. Então cortei toda a parte alisada, e fiquei com ele curtinho. Confesso que não me estranhei, porque eu queria muito ter meus cachos de volta,

e não me arrependi de ter cortado. Foi e é uma sensação de liberdade!! Eu era uma mulher totalmente dependente da chapinha, sempre que lavava tinha que escovar e pranchar. Hoje em dia, eu aprendi e entendi do que meus cachos precisam, e sei cuidar deles! Minha autoestima aumentou muito, durante minha transição capilar. Sou uma pessoa diferente hoje, não só por fora, mas principalmente por dentro!! "




Dione, 28 anos, estudante de Psicologia 

"Eu sempre alisei meus cabelos desde os 08 anos de idade, passei uma fase dos 14 aos 16 com ele crespo, mas era muito ridicularizada na escola, igreja e família, voltei a alisar para ver se o meu cabelo crescia mais rápido e adotei a chapinha e a escova, pois as pessoas me falavam que eu não conseguiria arrumar um emprego, namorado etc. Minha autoestima nessa época era oscilante era rasa e rara.

Um dia ao pentear os meus cabelos frente ao espelho, e questionei: Porque eu aliso o meu cabelo? Porque ele precisa ser liso? Eu pensei eu sou negra ,e negros tem o cabelo crespo e isso é lindo, as pessoas precisam me respeitar do jeito que eu sou, eu preciso me aceitar como eu sou, peguei uma tesoura e comecei a cortar o cabelo e cortei toda a parte que estava com química, e senti uma borboleta saindo  do casulo e prestes a voar, quando sai do banheiro estava com o cabelo Black e “Power”, não era só um corte de cabelo isto era um processo interno de transformação e aceitação que se expôs externamente, nessa época eu tinha 25 anos, eu mudei muito ,nunca me senti tão linda, as pessoas me param na rua para perguntar do meu cabelo e tal. Hoje me sinto livre, forte, linda. Cabelo para mim é um ato político e usar o cabelo ao natural é quebrar uma construção social de beleza e outras coisas, desde que aceitei o meu cabelo crespo minha vida social e sentimental só melhoraram." 

Precisa dizer mais alguma coisa? meninaaas super obrigada pela participação de vocês aqui.

Mulheres deixem vir a sua essência, não se escondam, se libertem e sejam felizes. Ma-ra-vi-lho-sas! Cacheadas, lisas, onduladas, crespas seja como for, ame-se e a vida fluirá de vento em popa. 

Ah! quero aproveitar o tema e ainda indicar para quem tem filhas cacheadas o canal Sr. e Sra Martinez é de um casal amigo meu, onde tem várias inspirações de penteados para suas princesas cacheadas, passem la e sigam o canal!!

E viva os cachos!!  Libere o seu eu!!!

Espero que tenham gostado e se inspirado!! ;)


beijos!!

Fe Cardoso

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...